Mensagem do Comandante |Gilberto Gonçalves

Sejam Bem-vindos ao site dos Bombeiros Voluntários de Fafe!

Espero que gostem e apreciem este novo espaço que procuramos que fosse simples e intuitivo, mas com uma linguagem e imagem atual e arrojada.

Pretendemos, desta forma, aproximar o Corpo de Bombeiros de todos e especialmente da população que servimos, dando-lhes a conhecer a nossa história, os nossos serviços, os nossos veículos, os nossos Heróis/Bombeiros e muitas outras coisas mais…

Pretendemos também fomentar a imagem e o papel do Bombeiro na nossa sociedade e desta

forma incentivar e promover o alistamento nas nossas fileiras de novos Soldados da Paz, disponibilizando para esse efeito uma nova e atraente área exclusivamente dedicada a candidaturas. Vem ser um Herói Connosco… Se não fores Tu, quem será?

Este não será um espaço fechado, mas sim um espaço completamente aberto à inovação e à permanente atualização, que contará com o apoio e colaboração de uma Equipa de Voluntários, todos eles Bombeiros, que decidiram dedicadamente abraçar este desafio. Continuamos a trabalhar e a procurar fazer sempre o melhor a pensar em si e por si!

Boa navegação!

Missão

Um Corpo de Bombeiros é uma unidade operacional tecnicamente organizada, preparada e equipada para o cabal do exercício de várias missões:
  1. O combate a incêndios;
  2. O socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes, catástrofes ou calamidades;
  3. O socorro a náufragos e buscas subaquáticas;
  4. O socorro e transporte de sinistrados e doentes, incluindo a urgência pré-hospitalar A prevenção contra incêndios em edifícios públicos, casas de espectáculos e divertimento público e outros recintos, mediante solicitação e de acordo com as normas em vigor, nomeadamente durante a realização de eventos com aglomeração de público;
  5. A emissão, nos termos da lei, de pareceres técnicos em matéria de prevenção e segurança contra riscos de incêndio e outros sinistros;
  6. A colaboração em outras actividades de protecção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que lhes forem cometidas;
  7. A participação noutras acções para as quais estejam tecnicamente preparados e se enquadrem nos seus fins específicos;
  8. O exercício de actividades de formação cívica, com especial incidência nos domínios da prevenção contra o risco de incêndio e outros acidentes domésticos;